Pré-escolar

IMG_8115

IMG_8146

Objectivos

A Resposta Social do Pré-Escolar da Fundação Padre Luís é um serviço vocacionado para o desenvolvimento do Utente, proporcionando-lhe actividades educativas e de apoio à família. O Pré-Escolar destina-se a Utentes de ambos os sexos, com mais de três anos de idade que ainda não tenham ingressado no 1º ciclo do Ensino Básico;
Para alcançar os seus objectivos de desenvolvimento integral dos Utentes, a Fundação Padre Luís atenderá, de modo específico, as áreas do desenvolvimento psicomotor, psicossocial, cognitivo, comunicação e construção dos códigos formais de aprendizagem.
A Resposta Social Pré-Escolar tem como objectivos:

  • Promover relações de interacção, de acordo com as necessidades fundamentais dos Utentes (cuidados primários);
  • Construir situações que permitam ao Utente aprender acerca da previsibilidade das interacções humanas;
  • Promover o desenvolvimento de situações ricas em afecto, que ajudem o Utente a desenvolver sentimentos de segurança, estabilidade e regularidade;
  • Desenvolver formas de acolhimento aos Pais dos Utentes, que permitam a construção de sentimentos de confiança, compreensão mútua das lógicas educativas, utilizadas por Pais e Educadores;
  • Promover oportunidades de experimentação gradual de situações e de livre escolha;
  • Ajudar o Utente a utilizar as suas crescentes capacidades psicomotoras, cognitivas e psicossociais, para descobrir, alcançar e explorar o mundo que o rodeia;
  • Promover a aprendizagem progressiva de situações de exercício de responsabilidade e auto domínio;
  • Ajudar a construção de normas individuais e sociais, necessárias ao desenvolvimento de padrões de comportamentos equilibrados;
  • Possibilitar actividades de planificação de desenvolvimento de projectos e ideais; Incentivar situações de interacção individual e em grupo, que permitam a discussão de pontos de vista e maleabilidade de opiniões e conceitos;
  • Contribuir para a construção de situações de desenvolvimento moral e espiritual, promovendo a verbalização e a interiorização de situações valorativas.